(27) 3361-6728

A RÁDIO DO POVO!

 

 

"É sequestrar a liberdade e cobrar resgate", diz Hartung de protesto

Emocionado em coletiva na manhã desta quarta-feira (8), o governador convocou policiais a retomarem suas funções: "Vamos voltar ao trabalho!"

Paulo Hartung em coletiva na residência oficial da Praia da Costa
Paulo Hartung em coletiva na residência oficial da Praia da Costa
Foto: Leonel Ximenes

O governador Paulo Hartung, que retornou ao Estado na terça-feira depois de passar por uma cirurgia para retirada de tumor em São Paulo, recebeu a imprensa na manhã desta quarta-feira (8) na residência oficial na Praia da Costa, em Vila Velha, e falou sobre a crise na Segurança devido à paralisação dos policiais militares.

Com Hartung estavam o governador em exercício, César Colnago, e o secretário de Estado da Segurança e defesa Social, André Garcia. Segundo o governador, a paralisação dos policiais militares é uma "chantagem" com o governo.

"É a mesma coisa que sequestrar a liberdade, o direito do cidadão capixaba, e cobrar resgate. Nem por aspecto ético se paga resgate, e nem a lei de responsabilidade fiscal permite isso", afirmou Hartung, emocionado.

 

Desde a última sexta-feira (3), familiares de PMs estão bloqueando a porta dos batalhões para impedir a saída dos militares, levando a uma onda de assaltos, furtos e homicídios durante o final de semana. O governador destacou, ainda, que o movimento vai contra o que determina a Constituição Federal.

"O caminho é um caminho errado, que rasga a Constituição do nosso país. É chantagem. O que está acontecendo é chantagem. Se o Espírito Santo não enfrentar a situação de frente, daqui a pouco esse movimento será em todo o país", disse o governador.

Sobre o pedido de reajuste salarial pleiteado pelos policiais, o governador em exercício, César Colnago, disse que não poderá tratar desse assunto no momento. Segundo ele, a PM teve o salário reajustado pela última vez em abril de 2014, não há sete anos, como alega a categoria.

"Diante do desequlíbrio das contas de outros estados brasileiros, nós aqui conseguimos manter tudo em ordem. Mas estamos no limite, estamos tendo queda da receita. Todos os servidores estão sem qualquer tipo de ajuste. O estado do Rio de Janeiro e outros estão atrasando ou parcelando salários. Aqui, a prioridade, além da segurança das famílias, é garantir o pagamento do salário dos servidores", afirmou Colnago.

Confira algumas frases do governador Paulo Hartung

"É a mesma coisa que sequestrar a liberdade, o direito do cidadão capixaba, e cobrar resgate. Nem por aspecto ético se paga resgate, e nem a lei de responsabilidade fiscal permite isso" (sobre a paralisação dos PMs)

"Quero olhar no branco do olho desses policiais e pedir que respeitem a sua Constituição e o cidadão capixaba. Quem está mantendo o salário em dia desses profissionais de segurança é a população capixaba. Esse é o patrão. Nós somos um governo passageiro, já a instituição Polícia Militar fica, e tem que pensar nisso".

"Vou fazer um pedido: Vamos voltar ao trabalho! Esse movimento é um movimento ilegal, inconstitucional. Vai chegar uma hora que a arrecadação vai voltar a crescer e que, a economia crescendo, poderá atender não só ao nosso umbigo, mas a milhões de brasileiros que hoje têm carteira de trabalho e não têm quem assine. Que querem, não o aumento de salário, mas qualquer salário".

"Que o bom senso chegue aàs ações de cada um dos policiais capixabas. É fácil na vida botar tudo na conta do governo. Colocar na conta do governo é perguntar se queremos aumentar impostos. Nós precisamos não sucumbir à chantagem corporativa que marca esse país".

"Precisamos parar de tudo que acontece botar a culpa no governo, o governo que somos nós. Querem chantagear o governo, e assim vão chantagear a população. Onde vamos arrumar meio bilhão (R$ 500 milhões) para aumentar a folha da Polícia Militar. Vamos aumentar a carga tributária para isso?"

FONTE: GAZETA ONLINE

 Data de publicação - 08/02/2017 12:18:04



Todos os direitos reservados COLINAFM.COM

Rua Horácio Santana, 291 - Ed. Antares Center - 1º Andar - cep 29200-750 - Parque Areia Preta - Guarapari-ES