Previous slide
Next slide

ANÁLISE: Flamengo tem muitas falhas, liga alerta e corre contra o tempo para melhorar visando a Libertadores

Facebook
Twitter
LinkedIn

Rubro-Negro vence o Peixe, mas tem atuação preocupante às vésperas do torneio continental

Apesar da vitória sobre o Santos e da postura dominante em boa parte do confronto, o Flamengo deixou os torcedores preocupados. O Rubro-Negro apresentou muitas falhas e encontrou dificuldade em ser efetivo, ligando o alerta às vésperas da Libertadores.

Em duelo de portões fechados, o Flamengo iniciou a partida propondo o jogo e colocando o Santos na roda. Não jogava mal, no entanto, protagonizava atuação em espécie de ‘arame liso’: muita posse de bola e praticamente nenhuma efetividade.

O Fla fez exatamente o que Jorge Sampaoli pediu: ficou com a bola. O problema veio depois. O elenco tinha ampla posse, mas não sabia o que fazer com a pelota. Faltava um pouco de tudo: movimentação, criação, jogada ensaiada, triangulações

A válvula de escape, então, foi apostar nos pontas e nas bolas longas. E por ali saiu o primeiro gol do Flamengo, com Cebolinha, após assistência de Gerson. Entretanto, a alegria rubro-negra durou pouco, visto que um erro grotesco da defesa fez o Santos empatar a partida.

O confronto era difícil para o Flamengo justamente pelos fatores acima citados. Não havia criatividade, mas, tendo a bola, o time buscou o placar: em mais uma assistência de Gerson, foi a vez de Everton Ribeiro marcar, de cabeça. 2 a 1 para o time de Sampaoli, até o Santos deixar tudo igual novamente.

Com o empate no marcador, Sampaoli resolveu mexer e, desta vez, usou as cinco substituições. Everton Ribeiro, Ayrton Lucas, Gabigol, Victor Hugo e Cebolinha e deixaram o campo para as entradas de Arrascaeta, Filipe Luís, Pedro, Thiago Maia e Bruno Henrique.

As alterações funcionaram, o Fla ficou mais criativo, e com a genialidade de Gerson, que deu a terceira assistência da partida, encontrou o terceiro gol, mas com uma atuação bem longe da ideal. E a vitória, que foi importantíssima para o Campeonato Brasileiro, levou preocupação aos rubro-negros que já pensam na Libertadores.

MUITAS FALHAS LIGAM ALERTA:

Sistema defensivo desatento, time jogando em ‘marcha lenta’, falta de efetividade. O saldo mais negativo do que positivo da vitória sobre o Santos liga o alerta do Flamengo para o jogo contra o Aucas, pela Copa Libertadores. Isso porque a partida será a última da fase de grupos do torneio continental vale classificação e o primeiro lugar do grupo.

O Flamengo tem muito a melhorar e está longe do ideal, apesar de ter sido elogiado por Jorge Sampaoli. O treinador avaliou a partida como ‘a melhor do time com a bola’, obviamente se referindo ao domínio em posse. O argentino, no entanto, reconhece que ainda falta muito para evoluir.

DE OLHO NA LIBERTA:

Com o alerta ligado, o Flamengo corre contra o tempo para ajustar os erros e chegar à uma maior solidez para enfrentar o torneio continental. Atual campeão da Libertadores, o Fla volta a campo na quarta-feira (28), para enfrentar o Aucas, e precisa de uma vitória para garantir a classificação e sonhar com o primeiro lugar do grupo.

Para isso, o Fla também vai precisar torcer por um tropeço do Racing, líder do Grupo A. No momento, o time argentino tem 10 pontos, e o Flamengo vem na sequência, com oito. O melhor cenário para o Rubro-Negro é a vitória do Ñublense sobre o Racing – garantindo a liderança do grupo e a vantagem nas oitavas.

Dessa forma, com a pressão por melhorias e de olho no primeiro lugar do Grupo A da Copa Libertadores, o Flamengo se prepara para enfrentar o Aucas na quarta (28), no Maracanã, às 21h30 (de Brasília).

Fonte: Lance

Notícias Recentes

Quais os jogos desta terça-feira

A Folha traz os jogos de hoje, horarios e onde assistir, veja MILLONARIOS X FLAMENGO 19H – ESPN / STAR+ THE STRONGEST