Anterior
Próximo

Daniel Alves se explica após ser acusado de assédio sexual em boate: ‘Estava dançando’

Facebook
Twitter
LinkedIn

Lateral foi denunciado por uma mulher, em Barcelona, no dia 31 de dezembro

Após ser acusado de assédio sexual em uma boate de Barcelona, Daniel Alves foi à imprensa espanhola explicar a situação. Ao programa ‘Y ahora Sonsoles’, o jogador de 39 anos confirmou que estava no local descrito pela mulher que o denunciou, mas negou a ter tocado sem permissão.

– Sim, eu estava naquele lugar, com mais gente, curtindo. E quem me conhece sabe que eu amo dançar. Eu estava dançando e curtindo sem invadir o espaço dos outros. Eu não sei quem é essa senhora. Nunca invadi um espaço. Como vou fazer isso com uma mulher ou uma menina? Não, por Deus – comentou Daniel.

No dia 31 de dezembro, o jornal “ABC” noticiou que Daniel Alves teria sido acusado de assédio sexual por uma mulher, em uma festa. Segundo o veículo, a mulher afirmou que Dani Alves teria a tocado sem permissão e colocado a mão por dentro das roupas da moça, que acionou a polícia catalã.

Ao LANCE!, a assessoria de Daniel Alves também negou o ocorrido e afirmou que já estaria ‘tomando as medidas cabíveis contra as acusações’. O lateral-direito jogou a última Copa do Mundo pela Seleção Brasileira e atualmente tem contrato com o Pumas, do México

Fonte: Lance

Notícias Recentes