Anterior
Próximo

Funcionário rouba banco e é preso ao tentar fugir

Facebook
Twitter
LinkedIn

Ele deve responder pelo crime de peculato, que é quando um agente público se apropria ou desvia algum bem, se valendo da função que ocupa.

Foi preso ontem (31) um funcionário do Banco do Brasil da Rua Treze de Maio, em Teresina, ao tentar fugir após furtar R$ 1,2 milhão da agência onde trabalhava. Segundo a Polícia Civil do Piauí (PCPI), o banco percebeu a ausêcia do dinheiro na manhã de terça e acionou a polícia.

Como o funcionário não foi trabalhar, o banco chegou a pensar na hipótese de ele ter sido vítima de sequestro. Mas assim que souberam que ele estava em deslocamento pelo estado, o localizaram e encontraram no veículo que ele conduzia uma parte do dinheiro e a chave do cofre da agência.

Na casa do funcionário foi encontrada outra parte do dinheiro. Ao ser preso, o homem disse sofrer de problemas psicológicos.

Segundo a PCPI, ele deve responder pelo crime de peculato, que é quando um agente público se apropria ou desvia algum bem, se valendo da função que ocupa, em benefício próprio ou de terceiro. A pena prevista é de prisão de 2 a 12 anos e multa.

Fonte: Jornal de Brasília

Notícias Recentes