Anterior
Próximo

Recuperação ambiental na Bacia do rio Doce é eleita uma das melhores do país

Facebook
Twitter
LinkedIn

A capacitação de cerca de 900 famílias de agricultores, por meio de assistência técnica rural, é um dos destaques do trabalho

A gestão, fiscalização e o acompanhamento técnico dos programas de restauração florestal e recuperação ambiental da Fundação Renova, que é executado em parceria com a Progen, ficou entre os três melhores projetos do Brasil no Prêmio Projeto do Ano, organizado pela Revista Project Design Management. A premiação reconhece trabalhos que evidenciam resultados práticos e excelência na aplicação de abordagens de gestão de projetos.

Entre as práticas de destaque está a capacitação de cerca de 900 famílias de agricultores por meio da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) que possibilitou a reinclusão produtiva e contribuiu para o fomento da economia local; o acompanhamento da evolução das áreas por meio de drones; a gestão de ponta a ponta; além da elaboração de um mapa georreferenciado que é alimentado em tempo real via celular pelos profissionais da Progen que estão em campo.

De acordo com o coordenador de Restauração Florestal da Fundação Renova, José Almir Jacomelli Junior, a gestão realizada apresenta alta capacidade de relacionamento com atores sociais distintos, que incluem grandes, médios e pequenos produtores rurais, assentados da reforma agrária e comunidades indígenas, contribuindo com o sucesso de uma complexa rede de governança que envolve diferentes públicos. “O escopo da Progen junto à Fundação Renova abrange um dos maiores programas de gestão socioambiental em curso no país. A empresa possui um papel fundamental para o sucesso deste desafio e vem entregando com excelência o que se propôs”, afirma.

A Fundação Renova, com essa parceria de anos com a Progen, vem alcançando resultados e realizando entregas importantes para a reparação. “A parceria tem se mostrado assertiva, tendo feito não somente grandes entregas, como também tivemos a oportunidade de capacitar e de formar vários profissionais, inclusive locais, deixando um legado com o conhecimento adquirido de mais de 100 profissionais atualmente mobilizados”, ressalta o gerente da área, Giorgio Peixoto.

“O projeto tem potencial para se tornar modelo de intervenção em parques, áreas naturais tanto para preservação, quanto para recuperação e restauro”, comenta Fabrício Bistene, diretor de gerenciamento da construção da Progen.

O projeto é realizado em mais de 30 municípios em Minas Gerais e no Espírito Santo, considerando o período de julho de 2020 e junho de 2022, avaliado na premiação.

 A restauração florestal e recuperação ambiental ficou entre os três melhores projetos do Brasil no Prêmio Projeto do Ano. Foto: Fundação Renova

Os municípios participantes são:


Aimorés, Alpercata, Belo Oriente, Bugre, Campanário, Conselheiro Pena, Fernandes Tourinho, Frei Inocêncio, Galiléia, Governador Valadares, Ipaba, Itambacuri, Itueta, Jampruca, Naque, Periquito, Resplendor, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Santana do Paraíso, Sem Peixe, Tumiritinga, Santana do Paraíso, Sem Peixe, Tumiritinga, Mariana, Barra Longa, Coimbra e Viçosa, em Minas Gerais. No Espírito Santo participam Baixo Gandu, Brejetuba, Colatina, Laranja da Terra, Linhares, Pancas e Rio Bananal.

A 15ª edição do prêmio foi realizada em novembro de 2022, junto ao 20º Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos do PMI São Paulo. O Instituto de Gerenciamento de Projetos (Project Management Institute PMI) é a uma das maiores associações para profissionais de gerenciamento de projetos.

A iniciativa foi avaliada por mais de 20 profissionais de instituições renomadas

Fonte: Fonte: ES

Notícias Recentes