Anterior
Próximo

“Eu vou te encontrar e te matar”, diz homem que esfaqueou ex-companheira

Facebook
Twitter
LinkedIn

O jovem de 17 anos fugiu após a tentativa de assassinato, mas continuou monitorando as redes sociais da vítima e ameaçou um rapaz que enviou mensagens para sua ex

Kézia Queiroz, de 20 anos, sobreviveu após o ex-companheiro atacá-la com uma faca na frente do filho do casal de 11 meses em Santo André, na Grande São Paulo. O suspeito viu uma conversa em uma rede social da vítima que despertou a raiva contra a jovem.

O casal estava junto há dois anos e tiveram um filho do relacionamento. Porém, no início do ano Kézia descobriu as traições por parte do ex-companheiro e decidiu voltar para a casa da mãe.

Kézia conta que acabou dando outra chance para o homem, mas as traições continuaram. A jovem decidiu terminar definitivamente, mas o suspeito não aceitou. “Ele estava com outra pessoa já e eu fui viver minha vida“, relata.

O jovem teria acessado uma rede social de Kézia e lido conversas dela com a irmã sobre um outro rapaz com quem ela estaria saindo. Isso despertou a fúria do ex-companheiro.

A vítima disse que o ex-companheiro já tinha tentado matá-la anteriormente, mas ela conseguiu fugir. Entretanto, na segunda tentativa, o suspeito a agrediu com golpes de faca, mesmo ela estando com o filho do casal no colo.

Kézia levou dez facadas e algumas delas atingiram seu fígado e um rim. Ela conseguiu ser socorrida, pois colocou o filho na cama e correu do ex-companheiro.

O suspeito fugiu, mas mesmo assim monitorou as redes sociais da jovem e fez ameaças a um rapaz que mandou mensagens para ela.

“A próxima vez que você quiser ser o pai do meu filho, eu vou te encontrar e te matar”, ameaçou.

O pai do suspeito mandou uma mensagem para a família dizendo que o filho iria se entregar.

Fonte: R7

Notícias Recentes