Anterior
Próximo

Grávida é espancada pelo ex na frente dos filhos e sofre parada cardíaca

Facebook
Twitter
LinkedIn

Quem presenciou o crime conta que a mulher foi agredida com um soco e com chutes na frente dos dois filhos

Uma mulher foi espancada pelo ex-companheiro e ficou desacordada. Vizinhos contaram que a jovem, de 25 anos, está grávida de três meses do atual namorado com quem mora. Ela sofreu uma parada cardíaca.

O crime aconteceu próximo a casa da vítima, no bairro Vila Bethânia, em Viana. As agressões foram cometidas na frente dos filhos do ex-casal.

De acordo com testemunhas, o suspeito chegou na casa da vítima na noite deste domingo (05) para entregar as crianças de 4 e 5 anos, que passaram o dia com ele.

O homem estacionou o carro e a atual namorada ficou dentro do veículo. Ele entregou as crianças para ex e, segundo as testemunhas, neste momento os dois começaram a discutir.

Quem presenciou o crime conta que a mulher foi agredida com um soco e com chutes na frente dos dois filhos. Durante as agressões, as crianças pediram para que o pai parasse e os vizinhos tentaram intervir. 

“Ele perguntou para ela: ‘Cadê o dinheiro da pensão?’. Ela falou que tinha comprado leite e biscoito para as crianças. Ele pediu para ver, mas ela disse que não tinha como mostrar. Ele começou a agredi-la verbalmente e deu um tapa na cara dela. A mulher revidou e homem a empurrou”, contou uma testemunha.

Os moradores da região temiam que o agressor estivesse armado. “Depois da confusão, ele entrou no carro e a atual mulher dele falou: ‘Dá um tiro na cara dela’. Ele falou que não ia fazer isso porque se não ia preso”, disse.

Ainda de acordo com as testemunhas, após ser agredida, a mulher voltou engatinhando para casa e desmaiou. Uma das testemunhas chegou a conversar com a vítima antes que ela perdesse a consciência. A mulher reclamava de dor na barriga.   

Quem conhece a jovem disse que ela se separou do ex-companheiro por conta de agressões e das brigas constantes. 

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi levada para o Pronto Atendimento de Arlindo Vilaschi em estado grave, correndo o risco de perder o bebê e morrer, e transferida para o Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. 

Nesta segunda-feira (06), os familiares contaram que a jovem permanece inconsciente e que o estado de saúde dela é delicado. As crianças que presenciaram o crime estão sob os cuidados dos parentes.

A Polícia Civil informou que o caso é investigado pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher e, até o momento, nenhum suspeito foi detido.

Fonte: Folha Vitória

Notícias Recentes