Anterior
Próximo

Volta às aulas será presencial e sem rodízio nas escolas do ES

Facebook
Twitter
LinkedIn

Tanto as redes estadual e municipais de educação quanto as escolas privadas seguirão os calendários letivos já determinados; só haverá mudanças se houver alguma recomendação da Sesa

O avanço no número de casos de covid-19 não deve mudar o início do ano letivo, até o momento. Prefeituras da Grande Vitória, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) e as escolas privadas pretendem seguir os calendários determinados, seguindo as normas de prevenção à doença orientadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). 

A Sedu informou que segue com o planejamento para o retorno das aulas no dia 3 de fevereiro, de acordo com o calendário letivo 2022, mantendo nas escolas da rede estadual todas as medidas preventivas de acordo com os protocolos já definidos. 

A Secretaria de Estado da Educação ressalta que acompanha junto à Sesa os dados da pandemia da covid-19 e continua seguindo todas as recomendações das autoridades de saúde, inclusive a adoção de medidas restritivas caso sejam necessárias.

SERRA

A Secretaria de Educação da Serra informou que o início das aulas presenciais está mantido para o dia 4 de fevereiro. A prefeitura informou que as escolas passaram por obras de adaptação à pandemia, como aumento da ventilação, reforma dos banheiros, instalação de novas torneiras e bebedouros.

A prefeitura acrescentou que orientará as unidades de ensino da rede municipal a atualizar os Planos Estratégicos de Prevenção e Controle da transmissão da covid-19, realizará o monitoramento diário de possíveis casos por meio da Plataforma Escola Segura e determinará o cumprimento dos protocolos sanitários, como uso individual de máscaras e uso de álcool para higienização das mãos, entre outras ações.

VILA VELHA

Em Vila Velha, a Secretaria de Educação informou que as aulas vão retornar no dia 7 de fevereiro e que, no momento, não está sendo discutida alteração nesta data.

Sobre a possibilidade de rodízio, a Secretaria de Educação de Vila Velha informou que segue as determinações feitas pelas autoridades da saúde, respeitando os protocolos de biossegurança contra a covid-19 vigentes no município.

Além do avanço da vacinação, a Prefeitura de Vila Velha acrescentou que todas as unidades municipais seguem os protocolos. 

É obrigatório o uso de máscara e todas as escolas possuem termômetros para aferir a temperatura das pessoas, álcool em gel e demarcações nos ambientes de sala sinalizando o distanciamento, além de cartazes informativos sobre o enfrentamento à doença.

VITÓRIA

A Secretaria de Educação de Vitória (Seme) informou que segue o que determina a matriz de risco para a covid-19 válida para todo o Espírito Santo, desenvolvida pelo Governo do Estado. 

Até o momento, a Capital segue classificada como risco baixo e a matriz de risco aponta que neste cenário é permitido manter as aulas presenciais e sem revezamento.

Em Vitória, o ano letivo começa no dia 7 de fevereiro para a Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em dezembro do ano passado, a Secretaria de Educação de Vitória enviou para as 102 unidades de ensino da capital R$ 11.438.092,08 para organização do início do ano letivo de 2022. Essa verba é destinada à aquisição de gêneros alimentícios, material de consumo, material permanente e contratação de serviços.

Dentro desse montante, a Seme repassou às unidades de ensino verba para aquisição de álcool 70% para higienização das mãos, máscaras descartáveis e outros itens de segurança necessários ao enfrentamento à covid-19. A Seme pede, ainda, às famílias que façam sua parte e que as crianças e estudantes com sintomas gripais não sejam enviados às unidades de ensino.

LEIA TAMBÉM:

>> Crianças com sintomas gripais precisam fazer teste de covid-19 <<

>> Vírus da covid-19 se dissemina no nível mais forte da pandemia, diz organização <<

VIANA 

Em Viana, a Secretaria de Educação informou que o início do ano letivo está previsto para o próximo dia 7 de fevereiro. Qualquer medida referente ao adiamento do retorno às aulas só será definida na próxima semana. 

A secretaria ressaltou que medidas de precaução e segurança contra a covid-19 estão em vigor desde 2021 e seguirão sendo adotadas em 2022. 

CARIACICA

A Prefeitura de Cariacica informou que, a princípio, está mantido o retorno na data prevista, que é dia 8 de fevereiro. Segundo a prefeitura, somente haverá rodízio se houver alguma orientação formal da Sesa. 

As medidas para o retorno às aulas no município, conforme informações da prefeitura, continuam sendo as já adotadas desde o ano passado, que são uso de máscaras, medição de temperatura e uso de álcool gel, entre outras. 

Além disso, a prefeitura acrescentou que todos os profissionais já se encontram vacinados, e o município já iniciou a vacinação das crianças, conforme cronograma vacinal disponível no site da administração municipal.

ESCOLAS PRIVADAS

O Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado do Espírito Santo (Sinepe/ES) informou que segue as diretrizes do Governo do Estado e que ainda não há nenhuma orientação de adiamento do início das aulas nem de rodízio de estudantes.

O Sinepe acrescentou que as escolas estão preparadas para receber os colaboradores, estudantes e familiares no início do ano letivo de 2022, seguindo todos os protocolos de saúde e segurança instituídos e revisados em parceria com órgãos competentes.

Assim como nos últimos anos, com a pandemia da covid-19, as instituições particulares irão seguir as determinações do Governo do Estado do Espírito Santo, com base no mapa de gestão de risco, que segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC).

A entidade seguirá orientando as instituições associadas e se reunindo constantemente com os órgãos competentes a fim de garantir a segurança e a saúde dos nossos colaboradores e alunos.

Fonte: Folha Vitória

Notícias Recentes